Porque Unidades Removíveis Ainda Usam FAT32 Em Vez de NTFS?

Porque Unidades Removíveis Ainda Usam FAT32 Em Vez de NTFS?

Em meados de 2001 o Windows XP da Microsoft começou a usar como padrão o sistema de arquivos NTFS em suas unidades internas. Isto já faz mais de 12 anos, então, porque pendrives, cartões de memória SD, e outras unidades removíveis ainda estão usando o sistema de arquivos FAT32?

Este não é um erro que os fabricantes estão cometendo. E ainda que você tenha a opção de formatar estes drives com um sistema de arquivos diferente, como o NTFS, você provavelmente preferirá deixá-los formatados com o FAT32.

Os Problemas Com o FAT32 (ou Porque a Microsoft Criou o NTFS)

A Microsoft criou o NTFS para melhorar o FAT32 de diferentes maneiras. Para entender o porquê de o Windows usar o NTFS, nós teremos que olhar para os problemas com o FAT32 e como o NTFS os consertou:

  • O FAT32 só suporta arquivos individuais de até 4 GB de tamanho, e volume de até 2 TB. Por exemplo, se você tivesse um arquivo de vídeo longo, maior que 4GB, você não poderia salvá-lo em um sistema de arquivos FAT32. Se você tivesse uma unidade de 3TB, você não iria poder formatá-la como uma única partição FAT32. O NTFS possui limites teóricos muito mais altos.
  • O FAT32 não é um sistema de arquivos “journaling”, o que significa que a corrupção de arquivos pode ocorrer com muito mais facilidade. Já com o NTFS, as alterações são anotadas em um “diário” na unidade antes que elas sejam realmente feitas. Se o computador sofrer uma interrupção de energia elétrica bem no meio de uma gravação de um arquivo, o sistema não precisará de uma longa operação de escaneamento de disco (Scandisk no Windows, ou FSCK no Linux) para se recuperar.
  • O sistema de arquivos FAT32 não suporta permissões de arquivos. Com o NTFS, permissões de arquivos permitem o aumento da segurança. Arquivos de sistema podem ser feitos como somente leitura — desta forma programas típicos não podem tocá-los, usuários podem ser impedidos de dar uma olhadinha nos dados de outros usuários, e assim por diante.

Como podemos ver, há muitas boas razões para o Windows usar o NTFS em partições do sistema. O NTFS é mais seguro, robusto, e suporta tanto arquivos como unidades de tamanho maiores.

Tela: Configurações de segurança avançadas do windows.

Mas Isto Não Chega a Ser Um Problema em Unidades Removíveis

Claro que, nenhuma das razões citadas acima são problemas em pendrives e cartões SD. Veja por que:

  • O seu Pendrive USB ou cartão SD definitivamente terá o tamanho menor que 2TB, assim sendo, você não precisa se preocupar com o limite máximo. Ocasionalmente talvez você queira copiar um arquivo acima de 4GB para a unidade — esta será a única situação onde você poderá querer formatar a unidade como NTFS.
  • Sua Unidade removível não precisa fazer “journaling” como uma unidade de sistema faz. Na verdade, o “journaling” poderia resultar em escritas adicionais que poderia reduzir a vida útil das unidades de memória flash.
  • O dispositivo não precisa de permissões de arquivo. Na verdade, estas poderiam causar problemas quando você usar dispositivos removíveis entre máquinas diferentes. Por exemplo, os arquivos podem ser configurados para só serem acessíveis por um número de identificação (ID) de um usuário específico. Isto funcionaria bem se a sua unidade estivesse dentro do seu computador. Contudo, se fosse um disco rígido removível que você moveu para outro computador, qualquer pessoa com aquele ID de usuário no outro computador poderia então acessar os arquivos. Neste caso, permissões de arquivos realmente não adicionam segurança — só tornam as coisas mais complexas.

Não há realmente nenhuma razão para usar o NTFS em Pendrives USB e Cartões SD — a menos que você realmente precise de suporte para arquivos acima de 4GB. Neste caso, você iria ter que converter ou formatar a unidade com o sistema de arquivos NTFS.

Claro, atualmente você pode comprar discos rígidos com 3TB ou mais de espaço de armazenamento. Estes provavelmente virão formatados como NTFS, para que possam utilizar todo o espaço de armazenamento em uma única partição.

Janela: Formatar Disco Removível.

Compatibilidade

A compatibilidade é provavelmente a principal razão pela qual você vai querer utilizar o sistema de arquivos FAT32 nos seus pendrives ou cartões SD. Enquanto versões mais modernas do Windows a partir do Windows XP suportam NTFS, outros dispositivos que você usa podem não ser tão compatíveis assim.

  • Macs: O Mac OS X atualmente possui suporte de leitura completo para unidades NTFS, mas os Macs não podem escrever/gravar em unidades NTFS por padrão. Esta tarefa requer softwares ou ajustes adicionais.
  • Linux: Os sistemas Linux atualmente incluem suporte de leitura/escrita para unidades NTFS, no entanto isso não funcionou muito bem por muitos anos.
  • DVD Players, Smart TVs, Impressoras, Câmeras Digitais, Reprodutores de Mídia, Smartphones, e qualquer coisa com uma Porta USB ou Slot SD Card: Aqui é onde a coisa realmente começa a ficar complicada. Muitos, muitos aparelhos possuem portas USB ou slots para cartões SD. Todos esses aparelhos são projetados para funcionarem com sistemas de arquivos FAT32, desta forma eles irão “apenas funcionar” e ser capaz de ler os seus arquivos, desde que você esteja usando FAT32. Alguns aparelhos irão funcionar com o NTFS, mas você não poderá contar com isso sempre — na verdade, você deve se basear no fato de que muitos aparelhos só podem ler FAT32, não NTFS.

Este é o motivo principal de você preferir usar o FAT32 em suas unidades removíveis, desta forma você poderá usá-las com praticamente qualquer aparelho. Não há muita coisa a ganhar ao utilizar o NTFS em um Pendrive USB, além do suporte para arquivos maiores do que 4GB.

Embora o Windows também ofereça um sistema de arquivos chamado exFAT, este sistema de arquivos é diferente e não é amplamente suportado como o FAT32.

Imagem: Câmera digital e cartão SD.

E por último, o que você provavelmente vai querer fazer é deixar a unidade formatada com o sistema de arquivos que veio nela. Aquele cartão SD ou pendrive USB provavelmente virá formatado com o FAT32 — ok! está certo, este é o melhor sistema de arquivos para ele. Se você escolher uma unidade externa de 3 TB e a mesma vier formatada com NTFS, isto está certo também!

Créditos de imagem: Todd Binger, Terry Johnston via Flickr.
Fonte: How-to-geek.

  • Marcos Xavier

    FAT32 tem que morrer. Estou com um problema pelo fato do android só reconhecer as particicoes FAT32 porque que utilidade um app torrent do android tem quando voce nao pode salvar um video fullhd no seu micro sd pq o android nao reconhece videos maiores que 4,5gb até um 720p sem perda é maior que isso (geralmente na casa dos 7gb). E o google deve pensar nisso por uma simples razao, Chromecast.

    • Marco Bruno Braga Neumann

      Vc deve comprar um celular com mais memoria interna pq acredito que a partição do android como dizem que é baseado em linux não é então no formato fat32, e existe sim celulares android que suportam arquivos maiores de 4.7 gigas no sd é o caso do meu sony z3 dual com sd de 32 gigas formatado em exfat ou chamado de fat64 mas nem todos os celulares suportam. por isso esse é mais um ponto a se verificar ao comprar um celular pois não é o google o culpado e sim a empresa do celular que nao quis colocar o suporte a exfat.

      Concluindo sobre a materia: excepcional parabens!!

      • Rodrigo Oliveira

        A google poderia corrigir isso colocando como padrão no android , sem precisar depender da fabricante para colocar essa opção na rom.