Será Mesmo que o Seu Smartphone Precisa de uma Película Protetora de Tela?

Será Mesmo que o Seu Smartphone Precisa de uma Película Protetora de Tela?

Smartphones são caros — você não iria querer gastar centenas de reais em um e acabar com uma tela arranhada, não é mesmo? Por esse motivo, muitas pessoas ainda compram película protetora para proteger essas telas, mas atualmente você irá perceber que elas têm se tornado cada vez menos necessária.

Películas protetoras de tela para smartphones já foram praticamente obrigatórias, mas avanços em vidros e revestimentos as têm feito um item desnecessário para a maioria das pessoas. Você não tem necessariamente que comprar uma película de tela quando você adquire um novo smartphone.

Películas Protetoras de Tela

Um protetor de tela é uma folha de plástico transparente que você cola na tela do seu smartphone. O plástico é recortado para combinar com o formato exato do seu aparelho, possuindo furos para botões e o alto-falante — isso explica o porquê de você ter de comprar películas protetoras diferentes para diferentes aparelhos.

Para aplicar uma película, você geralmente limpa a tela do seu smartphone com uma flanela de microfibra, aplica um pouquinho de água com sabão ao protetor de tela e em seguida pressiona-o sobre o topo da tela. Você tem que posicionar o protetor de forma que ele se encaixe perfeitamente; e você também precisa verificar se o protetor de tela esta aplicado de forma plana sobre a tela. Com certeza você não irá querer ver nenhuma bolha ou desníveis aparecendo sob o protetor.

Você irá ter um escudo plástico sobre a tela do seu aparelho. Se a sua tela for arranhada, a película protetora será arranhada em vez dela — sofrendo boa parte do dano. É mais fácil substituir o plástico se ele for arranhado do que o vidro sobre a tela do seu aparelho!

Película protetora de tela para smartphone.

Explicando o Gorilla Glass

Já houve um tempo em que películas protetoras de tela eram uma boa ideia, mas smartphones modernos já possuem uma avançada proteção de tela incorporada. Grande parte dos smartphones que você poderá comprar usa o Gorilla Glass da Corning. Este se trata de um vidro temperado e rígido que possui uma alta resistência a arranhões. A Corning tem lançado novas versões do Gorilla Glass ao passar dos anos — O Gorilla Glass 3 foi introduzido em 2013 e a fabricante alegava que ele era 40% mais resistente a arranhões do que o Gorilla Glass 2.

A tela do seu smartphone já é bastante resistente a arranhões — isso supondo que você possua um smartphone lançado recentemente e não um lançado a mais de 5 anos atrás, claro.

Se já estiver usando um protetor de tela, você pode ver um ou dois arranhados sobre a sua película protetora e pensar que ela está fazendo um bom trabalho. Isso pode não ser verdade — materiais que riscariam uma película protetora de plástico necessariamente não riscariam a tela de vidro do seu smartphone.

Mesmo as chaves dentro do seu bolso normalmente não deveriam ser capazes de arranhar uma tela Gorilla Glass moderna. O Gorilla Glass é mais duro do que o metal usado nas chaves, moedas e outros materiais domésticos de metais. Passe chaves ou mesmo uma faca doméstica em uma tela Gorilla Glass moderna e você não deverá ver nenhum arranhão — você encontrará uma série de vídeos de pessoas tentando arranhar suas telas com facas no Youtube.

Não recomendamos que você tente molestar o seu pobre smartphone, até porque, mesmo que o vidro Gorilla Glass seja incrivelmente resistente — não podemos dizer o mesmo da tela e dos componentes internos que podem ser danificados durante impactos violentos!

Teste de arranhões no Galaxy Nexus Gorilla Glass.

Desvantagens

Protetores de tela alteram a experiência de uso da tela sensível ao toque do seu smartphone — eles podem parecer mais macios ou mais aderentes. Colocando outra folha de plástico entre você e a tela irá mudar a aparência da sua tela, especialmente se o protetor de tela desbota ao passar do tempo. Um protetor de tela pode mostrar arranhões na tela que necessariamente não existiriam, pois sua tela não pode ser arranhada.

E isso tudo levando em consideração que você tenha aplicado à película protetora corretamente — se não tiver cuidado, você pode acabar com bolhas e amassados sob o seu protetor de tela, podendo ter que aplicar um novo.

Então, em que Casos Você Irá Precisar de um Protetor de Tela?

Alguns materiais comuns podem arranhar o Gorilla Glass. O grande culpado é a areia — se você for para a praia e acabar com um pouco de areia dentro do seu bolso, esta areia pode se esfregar contra a tela de vidro do seu smartphone e riscá-lo. Pedras agem de forma similar — se você deixar o seu smartphone cair no chão e derrapar sobre concreto e pedras, há uma grande chance de sua tela ser arranhada (entre outros danos). Outros tipos de vidro, metais raros e materiais incrivelmente duros, como diamantes, também pode arranhar a tela Gorilla Glass.

Desta forma, se você passa muito tempo na praia, você poderá precisar de uma película protetora de tela para evitar possíveis danos.

Protetores de tela também diminuem marcas de dedos, mas smartphones mais modernos possuem coberturas “oleophobic” que repelem o óleo em seus dedos, reduzindo as marcas de impressões digitais. Mesmo que se acumulem muitas impressões digitais na sua tela, uma limpeza rápida com uma flanela de microfibra deve ser suficiente.

Areia de praia pode arranhar tela Gorilla Glass.


Os protetores de tela já não são um item necessário a se adquirir. Você pode seguramente usar um smartphone moderno com uma tela “nua” e mesmo se você colocá-lo no mesmo bolso contendo as chaves e as moedas — não será um problema. Claro, você provavelmente irá querer guardar suas chaves e moedas em outro bolso — há uma chance que esses materiais arranhem alguma outra parte do corpo do seu smartphone.

Fonte: How-to geek, Corning gorilla glass.
Crédito de imagem: William Hook, CalypsoCrystal, Chris Young, Michael Coghlan via Flickr.